O verdadeiro ”Espírito Natalino”

Então é Natal. O segundo Natal após o início da pandemia que virou o mundo de cabeça para baixo. Refleti um pouco sobre a data e de como eu, pessoalmente, mudei de perspectiva ao longo dos anos.

Quando era criança, a data era muito mais sobre os presentes e a família reunida. Sobre a boa comida e as boas risadas. Jesus? Mesmo com as orações, em segundo plano em meu coração. Não que eu não me lembrasse Dele, mas sempre pensava algo do tipo “poxa, legal”, e seguia minhas celebrações.

Ano após ano, a vida foi me transformando. O Natal, bem no fim do ano, passou a ser acompanhado pelas incertezas do ano que viria e pelas preocupações que não desistem de perseguir os pensamentos. O que aconteceu com o espírito natalino? Eu sou a única que não sente o mesmo clima da infância?

Depois de todos esses anos e após dois anos de pandemia, digo que o espírito natalino, em mim, não morreu. Ele se transformou e mudou de foco. Antes meu foco era na celebração em si. Agora, está no motivo da celebração. O motivo? O nascimento de Jesus, claro! Mas o nascimento de Jesus com um significado completamente diferente de antes.

No Natal, celebro o nascimento Daquele que me salvou. Que mesmo que eu não mereça, me salvou. Que, em meio a tanto sofrimento e dor, me oferece descanso e paz. Celebro o nascimento Daquele que acalma tempestades. Neste Natal, não quero os presentes debaixo da árvore. Quero o descanso que posso ter somente por causa do nascimento Dele.

2020: Ano do Avivamento Central

Cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; e, de repente, veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.
Atos 2:1‭-‬2 ARC

Quando o Cristandade começou, me lembro que evitávamos nos associar com qualquer corrente teológica ou nicho cristão, porque nossa proposta sempre foi a de ser um movimento central. Ainda hoje, onde inevitávelmente adotamos uma roupagem carismática-pentecostal, permanecemos com a mesma essência: a de ser um movimento onde todos são bem-vindos, não importando a denominação, vertente teológica ou opinião política. Até hoje temos muitos voluntários de igrejas mais tradicionais, e em nosso Conselho Pastoral sempre mantemos um equilíbrio entre o clássico e o contemporâneo, entre o conservador e o carismático, e por ai vai. Fazemos isso para agradar a todos? Não. Fazemos isso porque nosso chamado é para despertar e unificar a igreja para o cumprimento da Grande Comissão, e tudo o que foge disso não resiste ao tempo. A prova, portanto, é nossa constância e perseverança durante 3 anos, compartilhando o amor de Jesus por onde vamos. Antes, os membros de todas igrejas realmente cristãs eram bem-vindos a participarem. Hoje, eles são a base de todo nosso trabalho como Cristandade.

Ouso dizer que não existe avivamento sem unidade. É verdade que o avivamento individual é importante, mas mesmo este gera um avivamento coletivo. John Wesley e seu coração em chamas impactou a Inglaterra de seu tempo e foi o chão dos maiores avivamentos da história recente da humanidade. Começou com um homem, mas só foi efetivado a partir da unidade de mais pessoas. Jhonatan Edwards leu seu sermão para que precadores se arrependessem, mas para que pudessem ouvir e se arrepender, precisavam estar onde Edwards o pregou. É verdade que avivamento não é ajuntamento, mas todo ajuntamento pode se tornar um grande avivamento.

O ano de 2016 foi marcado, pra mim, por vários acontecimentos. Foi o ano que Deus me chamou para missões em tempo integral, ano da conferência AzusaNow (que originou o The Send e também onde os jovens levantaram seus sapatos como declaração de que iriam aonde fosse pelo evangelho), foi também uma época onde muitos movimentos de rua se popularizaram (me lembro das pessoas comentando sobre o Céu na Terrs e ONE Ministry, cheias de entusiasmo), e também quando cristãos acadêmicos começaram a Associação Brasileira de Cristãos na Ciência. Meu palpite é que Deus começou um novo momento para a cristandade em nossa nação, destravando um impacto em todas as esferas de influência através dos filhos. Contudo, tenho visto tudo isso acontecer de maneira muito periférica – cada um no seu canto, fazendo as coisas do Reino, mas separados por seus nichos, denominações e opiniões. Um tempo de avivamento começou, mas ele ainda é periférico. Esse tempo acabou, é hora de um AVIVAMENTO CENTRAL! É tempo de unificar cristãos posicionados nas esferas de influência e frentes do Reino para um tempo de encorajamento, troca de experiências, aprendizado e apoio mútuo. É tempo de esquecer as polarizações e olhar para o que as escrituras dizem:

Nessa nova vida já não há diferença entre grego e judeu, circunciso e incircunciso, bárbaro e cita , escravo e livre, mas Cristo é tudo e está em todos.
Colossenses 3:11 NVI

Essa é nossa visão para 2020: o ano do avivamento central. Firmados nesta visão, estamos convocando cristãos de todas as igrejas, movimentos e organizações para se juntarem a nós na realização de ações conjuntas de unidade, evangelização em massa, justiça social e dinamização de projetos e iniciativas posicionadas nas esferas de influência. Também estamos dando sequência a nossa expansão como Movimento, e se você deseja fazer parte de tudo isso é só clicar aqui e se voluntariar.

Inicialmente, eu pensava que não teríamos uma declaração anual para 2020. Eu estava ligeiramente enganado. Folheando a bíblia, o Senhor me mostrou esta passagem:

Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derribando a parede de separação que estava no meio, na sua carne, desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, e, pela cruz, reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.
Efésios 2:14‭-‬16 ARC

Por isso, nossa declaração em 2020 será UM SÓ POVO FEITO DE MUITOS POVOS. É tempo de não olharmos mais para as ideologias e opiniões que ousam nos dividir, mesmo quando sabemos que Jesus Cristo nos tornou um. Vamos declarar e viver essa realidade neste ano.

Para fazer parte do Cristandade Movement, clique aqui.

Nova Vida | Devocional

“ A água que eu lhe der se tornará uma fonte de água para jorrar para a vida eterna” João 4.14b NVI.

Havia em Samaria, na cidade de Sicar, uma mulher anônima que poderia ser qualquer um de nós, nos encaixaríamos perfeitamente em suas fraquezas e dilemas humanos, como já fizemos, também tomou muitas decisões erradas, fez escolhas equivocadas que trouxeram muitos problemas, culpa e principalmente vergonha.
Quantos de nós nos identificamos com ela? Quem nos dera em algum momento da vida fosse possivel voltar no tempo e reparar o irreparável.

“Isso se deu por volta do meio-dia. Nisso, veio uma mulher Samaritana tirar água do poço. Disse-lhe Jesus dê-me um pouco de água.”Jo 4. 6c – 7.

Estamos conformados com a saciedade temporária de soluções humanas “Acaso o senhor é maior do que nosso pai Jacó que nos deu esse poço? Jo 4.12, acreditamos que adaptar a vida ao sofrimento, viver uma vida refém da vergonha, depressivos talvez, indo ao poço buscar alívio na hora mais quente do dia, sozinhos, humilhados, com uma história manchada de vezame, quando ninguém mais vai, onde a solidão nos poupa de maiores explicações e cobranças.

Mas hoje temos alguém especial no poço, é o homem de Nazaré, a água viva, ele tem uma missão especial naquele lugar, não era uma cura, não era uma libertação, não era um cego precisando de vista, era uma mulher precisando urgentemente de uma NOVA VIDA, nova história, um novo caminho.

“Se você conhecesse o dom de Deus e quem está lhe pedindo água, você lhe pediria e ele lhe daria água viva” Jo 4.10

Os erros já tinham sido cometidos, ele sabia disso, ele sabia de TODOS eles, ele lhe falou e ela não os escondeu “O fato é que você já teve cinco maridos, e o homem com quem agora vive não é seu marido, o que acabou de dizer é verdade”. Jo 4.17.
Jesus não queria ser mais um de seus acusadores, ele não fez a abertura das suas feridas, ele lhe ofereceu mais do que águas humanas, mais que um poço, mais que palavras, ele lhe deu vida nova e um testemunho diante de todos, transformou manchas de pecado em palavras de salvação.

Esse encontro especial está disponível a todos nós, não importa como se enveredou nossas vidas, o que passou, o que fizemos, Ele está a beira do poço, Ele está aguardando, ele não julga, ele não envergonha, Ele o recebe como você está!
Então Jesus declarou: ”Eu sou o Messias, eu que falo com você”
Receba uma NOVA VIDA n’Ele, o seu nome é JESUS.

Texto de: Carol Q. C. Lucas

O Amor nos constrange | Devocional

Pois o amor de Cristo nos constrange, porque estamos convencidos de que um morreu por todos; logo, todos morreram. E ele morreu por todos para que aqueles que vivem já não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.
– 2 Coríntios 5:14-15

É tão interessante quando a gente lê a Bíblia e começa a refletir sobre a bondade, a misericórdia, a Graça de Deus! Esses dias, veio à memória esse trecho: “o amor de Cristo nos constrange…” e comecei a refletir a respeito do que significava isso.
O Espírito Santo trouxe à tona lembranças de muitas coisas que Deus fez, faz e continua fazendo em minha família. Imediatamente, pedi perdão ao Senhor, porque entendi que todas as coisas que aconteceram há um tempo atrás era Ele no controle das nossas vidas, todas as Suas promessas, as que haviam se cumprido e as que estamos aguardando, cada livramento, cada vez que ele enviou Seus anjos para nos defender contra o maligno… Me constrangi. Me constrangi por que agora tudo fazia sentido. Cada dor, cada lágrima, cada oração feita… Tudo agora fazia sentido e, eu… Eu senti um constrangimento profundo por ter tão grande Amor por mim. É um cuidado tão grande que nosso Deus tem por nós que acredito ser impossível não ser constrangido qualquer um de nós que inicie essa reflexão. O que eu quero dizer com isso? Temos um Pai zeloso, que nos ama como ninguém na terra, como humano, é capaz de amar. Há uma canção que diz:

A razão de tão grande amor
Foi mostrar que a minha vida tem valor
Sou tão precioso para Deus
Que ele deu o seu único filho para morrer na cruz por mim

Temos um valor incalculável para Deus. Jamais pense que você não é alguém importante, ou que ninguém se importa com você. Há alguém que te tem por precioso. Dinheiro que o mundo todo pode ter nunca pagará o valor que Cristo deu a você. Ele morreu para nos fazer coerdeiros de um paraíso! Pensar assim nos faz constranger, por tamanho amor!

Texto de Raquel Gomes da Silva

O Amor é Um Dom

Quem nos separará do amor de Cristo; nem a morte nem a vida, nem os anjos ou outras autoridades ou poderes celestiais; nem o presente nem o futuro.
-Romanos 8:38

Afinal, o que é o amor? E o que é amar? Parece algo tão complexo e distante de nossa compreensão humana; o que está por trás dessa pequena palavra que nos causa tanto medo, admiração e busca?

O amor de acordo com a Ciência, nada mais é que a reação do nosso corpo a um determinado estímulo, neurotransmissores etc… e etc… De fato a Ciência não está errada, mas o amor vai muito além disso. Tampouco, o amor é encontrado no mundo, pois ele jaz no maligno.

Não estou aqui para afirmar o que seria o amor ou onde encontra-lo, pois ele não pertence a terra, embora esteja presente ainda por aqui. O amor é uma pessoa, Deus é amor e Nele não há medo. A palavra diz que o amor é um dom supremo, e os dons só podem vir do alto.

Ele (o amor) nos formou, soprou em nós o fôlego de vida; Nele vivemos e nos movemos; Deus nos ama com amor eterno, nos ama como filhos, nos presenteia com o hoje independentemente de qual seja a situação em que você se encontra agora.

Quando tiver dúvida do amor de Deus, ou se sentir fraco ou abatido pelas circunstâncias da vida, olhe para sua criação, a assinatura do Pai está em cada detalhe. Acredite que algo bom e grandioso possa nascer em meio ao caos. A natureza é nosso melhor professor e conselheiro.

E lembre se: você não está só! Estamos todos aqui nessa passagem chamada Vida. Viva um dia de cada vez e encontre o seu próprio significado do que seja o amor! Receba e exercite o dom de amar… Ele é livre e gratuito.

Priscila J. de Pina
Redatora Cristandade Brasil.

O Que Deus Me Reserva?

“O meu coração exulta no senhor; por causa do que Ele me fez, eu ando de cabeça erguida. A minha boca se escancara de rir dos meus inimigos, pois me alegro na tua salvação.” (I Samuel 2:1)

Olá caro leitor,
Você já percebeu que as vezes as coisas parecem dar certo apenas para as outras pessoas e quase sempre temos a sensação de que estamos nos esforçando e trabalhando muito mais que o necessário? Mas afinal, se somos filhos do Deus do impossível, porque desta demora para realizar nossos sonhos?

Ei, Deus tem um plano minucioso e perfeito para cada um de nós, o seu tempo é ideal para todas as coisas, Ele nunca se atrasa e nem se esquece de nada, Deus sabe a hora certa de mexer cada pecinha da vida. Justamente por isso, as vezes achamos que nada flui, pois temos o hábito de querer tudo em nosso tempo e acabamos nos esquecendo que existe um Deus maior que cuida de tudo.
Talvez ainda não seja o momento de você receber a sua recompensa, pois Deus precisa te moldar um pouquinho mais, Ele precisa que você aprenda algo deste teu desafio, pois assim como Ele não aceita nossa adoração pela metade Ele também não aceita entregar uma promessa incompleta.

Acredite,

Cristo quer te transbordar, te encher de riquezas espirituais, quer te preencher por completo com o amor e o espírito Dele. Você é luz no mundo, tu és uma ferramenta que irá tocar muitas almas. Mas fica em paz, controle essa sua ansiedade, pois quando o Pai está em silencio é quando Ele mais sonha com você.

Lembre-se, como filhos e filhas do Deus vivo, está em nosso DNA sermos lutadores e persistentes para realizar nossos sonhos e superar nossos objetivos, devemos descansar e acreditar que o Pai já tem o melhor reservado. Assim como Ana se alegrou em Cristo, também nos alegraremos com as bênçãos que estão por vir. Hoje te desafio a conversar com Deus, questione quais são os sonhos Dele para a sua vida. Tenho certeza que você ficará maravilhado com as coisas que estão por vir…

Texto de Nicoly Janoleis Gonçalves

Somos Adoradores

“Dirigiu-se (Moisés) á figura do bezerro que o povo havia confeccionado e destruiu-a no fogo. Em seguida triturou-a até reduzi-la a pó miúdo, que espalhou na água, a qual fez todos os filhos de Israel beberem”. (Êxodo 32:20)

Caro leitor,

Existe um ditado que diz “mente vazia, oficina do Diabo”, esse ditado não é de toda mentira, sempre que existir uma brecha para o inimigo agir, com certeza ele agirá, assim como ele fez com o povo do Senhor, que pecou ao cultuar um deus de mentira, uma imagem que não salva, que não cura e que muito menos abençoa.

Ei, seja mais como Moisés.

Não aceite o que te afasta do amor do Pai, repudie tudo aquilo que não te agrega o amor Dele, não se corrompa e nem venda a sua alma por coisas pequenas que te darão um prazer momentâneo e depois deixarão feridas profundas em seu coração. Deus te ama tanto que Ele mandou o seu único filho, para morrer na cruz, por VOCÊ. Jesus foi encarregado da missão mais difícil de todas, trazer o amor, o evangelho e a salvação à uma criatura que é teimosa por natureza, que tem a mania de se desviar do caminho da luz, o ser humano.

Mas você se pergunta, “será que Jesus realmente me ama, será que ele realmente se importa comigo?”, abençoado, a resposta dessa pergunta está na cruz, aonde JESUS CRISTO morreu de braços abertos por você, gritando “Filho, eu te amo um tantão assim Ó, derramo até minha ultima gota de sangue (vida) por sua salvação, te quero comigo, mostrar por completo o céu que preguei nesses 33 anos que estive com os meus irmãos na terra, me busque com todo o seu coração e te mostrarei o caminho da vida eterna”.

Jesus é o caminho, a verdade e a luz, Ele é o único que sabe o que é ser 100% homem e 100% Deus, Ele veio e provou das nossas dores, não há sofrimento que Ele não conheça. Então, não desanime e não se desespere. Por mais que tudo esteja difícil, Jesus nunca nos abandona, Ele sempre irá lutar conosco. Inclusive nos foi deixado um aviso, que a única garantia desse mundo é o sofrimento, mas quem descansa em Deus terá suas dores substituídas por um hino de vitória, pois, se formos persistentes venceremos como ele venceu!

Te desafio hoje a sentar em um local calmo e conversar com o seu salvador, agradeça-o pelo seu amor e declare em seu íntimo aquilo que Deus te criou para ser, uma criatura de ADORAÇÃO!

Texto de Nicoly Janoleis Gonçalves

E você, tem feito muitos discípulos?

Eu espero, sinceramente que a resposta ao título desse texto tenha sido sim.
Mas se não foi essa a resposta, não se sinta mal, ainda dá tempo de seguir aquilo
que Jesus nos orientou a fazer.

Imagine comigo que um grande amigo seu acaba de receber um presente
muito valioso que mudou a vida dele, transformou seu interior, fez a sua vida ter um
sentido e a história de vida dele tenha sido completamente diferente do esperado
por conta desse presente, e você descobre que ele poderia ter compartilhado esse
presente com você e sua vida seria transformada também, mas ele simplesmente
não compartilhou… Como você se sentiria em relação a esse amigo? Pois é, se
fosse eu, eu não o consideraria mais como amigo.

Deus nos diz que devemos amar uns aos outros como Ele nos amou, então
como podemos amar alguém e não levar a mensagem de Deus a quem amamos?
Se Deus é amor, como a gente espalha amor ao mundo sem falar Dele? Como você
pode receber um presente tão lindo quanto o amor, o perdão, a misericórdia, os
ensinamentos, as doutrinas, a comunhão que Deus nos deu e não ensinar e mostrar
isso ao seu próximo? A maior prova de amor que podemos dar a alguém é levando Deus até essa pessoa, e isso é o que Ele quer que façamos na terra, como está escrito no texto:

“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na
terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do
Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu
vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação
dos séculos. Amém.” ( Mateus 28:18-20 )

Hoje estamos em uma geração que está praticamente 24 horas conectada em redes
sociais virtuais, mas pouco nos conectamos diretamente uns com os outros.
Estamos muito preocupados em compartilhar nossas selfies, nossa felicidade, mas
esquecemos de compartilhar o amor daquele que nos criou, o amor daquele que tem
poder de nos salvar.

Vivemos uma geração que não tem tempo nunca para nada, mas sempre
temos tempo de fofocar com os amigos, de marcar aquele “rolêzin” do fim de
semana. Esquecemos que para evangelizar, para criarmos discípulos e levar o amor
de Deus, precisamos somente em uma conversa informal contar nosso testemunho
de vida e como ter o Senhor Jesus em nossa vida é bom, ou simplesmente com
nossas atitudes mostrarmos o amor de Deus por nós, contar para nossos amigos da
faculdade, trabalho, escola o quanto você é feliz e o quanto é gostoso sentir a
presença do nosso Senhor em nossas vidas.

Aquilo que nunca é falado, não tem como ser lembrado ou multiplicado.
Portanto, não seja omisso sobre sua missão de levar os ensinamentos de Deus e o
amor de Deus aos seus próximos, não se omita em não formar discípulos. Mesmo
com medo e vergonha, mantenha sempre sua comunhão com Deus e Ele te
mostrará o melhor caminho de falar sobre Ele.

Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.
(João 15:8)

 

Texto de Michelle Santana.

Deus Luta Por Seus Escolhidos

“Então Davi disse a Saul: “Que ninguém deixe seu coração se abater por causa desse filisteu; teu sevo irá e pelejará contra ele!” – I Samuel; 17:32.

Olá, caro leitor!

Sabemos que a vida espiritual é baseada em abdicar os desejos carnais para viver o sobrenatural, por isso, quando tomamos a decisão de deixar de lado todas as coisas que não nos agregam bênçãos, surgem inúmeras situações para provar a nossa fé e aquilo que somos de verdade.

Assim como Davi, que enfrentou o Gigante Golias e o derrotou com uma pequena pedra, muitas vezes vamos ter que enfrentar nossas dificuldades com ferramentas que ao primeiro olhar são insignificantes, mas que escondem um poder infindável, assim como a leitura da bíblia.

Muitos cristãos estão em uma guerra sem fim entre alma e espírito, aonde sentem fome e sede da presença do divino, mas não clamam por socorro, pois, apesar de lerem e ouvirem as promessas de Deus, não confiam e nem descansam em suas palavras.

Ei, os gigantes têm a missão de afrontar nossas escolhas e zombar do nosso tamanho, dizendo que não somos capazes de derrotá-los. Mas sempre que a covardia se abater sobre seu espirito lembre-se de Davi, que gritou ao seu adversário “Tu vens contra mim com espada, lança e escudo, eu no entanto vou a ti em nome do Senhor dos exércitos” – I Samuel 17:45. Sendo assim não existem dificuldades e barreiras que não podem ser superadas se tivermos ousadia e o Pai eterno ao nosso lado.

Então, por mais que você se sinta desamparado sem nenhuma arma para lutar, lembre-se de todas as vezes que seu joelho esteve no chão, para derrotar os leões e ursos que passam por sua história e te transformaram naquilo que és hoje. Cabe a você decidir se o gigante será algo para te amedrontar ou para te impulsionar a encontrar a sua prosperidade e cura.

Te desafio agora, a orar, mostrar para Deus suas feridas e trazer para luz tudo aquilo que está oculto. Entenda, Deus já sabe quem você é, mas ele quer que você se mostre e se revele em sua real essência para que ele possa vir, te transformar e te transbordar com o amor dele. Assim como Davi lutou em nome do Senhor dos senhores, hoje, Deus se coloca a sua disposição para lutar por ti e sua salvação.

Texto de Nicoly Janoleis Gonçalves.

Somos o Corpo de Cristo?

“Que ninguém procure somente os seus próprios interesses, mas também os dos outros.”
Filipenses 2:4
Somos um só corpo, certo? Todos membros do mesmo corpo onde o cabeça é o nosso Senhor Jesus Cristo. Então por que a gente vive a maior parte do tempo preocupados apenas com nós mesmos? Eu olho para mim mesma e vejo como o ser humano tem uma capacidade imensa de ser indiferente com os outros. Se isso não fosse verdade, o mundo seria um lugar muito mais agradável. Provavelmente haveria menos pobreza, menos roubos, menos mentiras, traições. Se nós olhássemos com amor ao próximo, provavelmente não haveria guerra.
Porém, preferimos adotar uma visão mais egoísta e gananciosa. E não estou escrevendo isso para que você se sinta mal (embora eu espero que você se sinta ao menos um pouco incomodado com essa realidade). Estou escrevendo isso por que seguimos a Cristo, e Ele foi muito claro sobre a nossa responsabilidade com o próximo. Falando sério, você não fica indignado quando analisa o mundo e vê a quantidade absurda de gente sofrendo?
Seja por pobreza, abusos ou doenças.
As vezes eu paro e leio as notícias e percebo o quanto a igreja falha como corpo, vejo o quanto eu falho como membro. E embora deixar de fazer e desejar o mal seja parte fundamental do caráter cristão, só isso não é o suficiente, na real não é mais que a nossa obrigação. A gente se preocupa tanto com o que não pode fazer que se esquece do que DEVE ser feito.
Não negligencie o seu papel no mundo. Não negligencie aqueles que vivem nesse mundo…
“E qualquer que receber em meu nome uma criança tal como esta a Mim me recebe.”
Mateus 18:5

Nota Oficial: Um clamor pela Unidade

Recentemente, fui notificado sobre um episódio que aconteceu em uma de nossas ações, num Campus do Movimento. Uma pessoa católica, que estava como voluntária em um evangelismo, recebeu críticas a respeito de sua fé, feitas por uma pessoa evangélica. Obviamente, essa pessoa foi infeliz em seus comentários e também em seu convite para uma “conversão”, visto que aquela pessoa católica vivia tanto a fé em Jesus que estava até com um grupo interdenominacional numa ação evangelística!

Eu concordo que existam muitos católicos que não vivem um relacionamento real com Jesus, assim como concordo que as igrejas evangélicas estão, em sua maioria, cheias de pessoas que não vivem realmente a fé, ou seja, que também não se relacionam com Jesus de forma real. Estão iludidas em uma experiência sensorial, enquanto se afastam de uma experiência relacional. Cristandade não precisaria ser um movimento de despertamento e unidade, se a igreja não estivesse sonolenta e desunida. Você talvez me pergunte: “Como você pode afirmar isso categóricamente?” E bom, eu realmente não tenho um argumento convincente, mas talvez Atos 2 tenha. Vamos ler:

Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações. Todos estavam cheios de temor, e muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos. Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum. Vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a sua necessidade. Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em casa e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos.

Atos 2:42‭-‬47 NVI

Essa é a primeira descrição a respeito de como a Igreja que Cristo instituiu era. Parece com a que você vê? Eles se dedicavam à palavra, à comunhão, à caridade e a orar. São muitas as características, mas ali no verso 44 diz também que eles se mantinham UNIDOS e tinham TUDO em comum. O que quer dizer isso? Pessoas de diferentes culturas, línguas, classes sociais, idades, mas que tinham tudo em comum? Eles eram iguais porque, embora suas diferenças antes fossem gritantes, Cristo foi o suficiente para torná-los iguais, filhos de uma nova geração que Deus estava começando, para sentar na mesma mesa e comer o mesmo pão. É nessa igreja que Cristandade acredita, e ela está espalhada em todas as denominações do planeta: Católicos, Batistas, Reformados, Pentecostais, Metodistas, Coptas, Ortodoxos, e qualquer outra denominação que mantém a fidelidade à palavra de Deus. Juntos somos a Igreja de Jesus e, contra essa, as portas do Inferno não prevalecem.

Ora, se unidos somos Igreja, por que razão cabível eu deveria desencorajar uma pessoa de uma confissão diferente da minha de estar com todos do Cristandade cumprindo a Grande Comissão? Na verdade, devemos é encorajar a todos que acreditam em Jesus e vivem Seu amor a estarem com a gente. Você não é dono/dona da verdade, nem eu, mas conhecemos Aquele que é o Caminho, a Verdade e a Vida. Se pensamos ser donos da verdade, estamos tentando usurpar o lugar de Cristo, que é quem julga os que são e os que não são. E, se um corpo está partido, não há vida nele. Não podemos deixar que o passado continue dividindo o que Jesus instituiu como um só corpo.

Com isso tudo em mente, quero primeiramente manifestar de forma pública nosso pedido de desculpas por qualquer divergência, discordância teológica, embate de crenças e desencorajamento que possa ter acontecido através de algum de nossos voluntários e adeptos. Essa não é nossa orientação, e nunca será. Prezamos pela unidade! Se você, que está lendo isso, já se sentiu ofendido por sua fé ao estar em nosso meio, sinta-se agora abraçado.
Em segundo, quero declarar que Cristandade vê as diferenças entre as denominações como diversidade a ser celebrada, e não como divergência a ser discutida. Clamamos pela comunhão urgente entre diferentes confissões e tradições cristãs.
Por fim, quero encorajar os cristãos da igreja brasileira a se arrependerem de seus pecados ao dividir, partidarizar, faccionar e mercantilizar a fé através de seus mecanismos de descriminação com o que pensa diferente. Um arrependimento real despertará no coração de todos os irmãos o desejo pela unidade e pela comunhão interdenominacional.

Quero finalizar esta publicação dizendo que o mesmo Jesus que, sendo eu pentecostal, me chamou há 2 anos atrás para viver um novo tempo, chamou também metodista, chamou batista, chamou reformado, está chamando católico e vai chamar todos os que Ele quiser. Acrescentando umas palavras à frase de Paulo, em Colossenses 3: “Nessa nova vida já não há diferença entre grego e judeu, circunciso e incircunciso, bárbaro e cita , escravo e livre, CATÓLICO E PROTESTANTE, mas Cristo é tudo e está em todos.”

Deus abençoe a todos!
Gesse Eliabe | Diretor Estratégico

Onde Estava Deus em Suzano?

Essa semana foi terrível pra quem tem um coração dentro do peito. Além de uma série de episódios tristes que já temos noticiado, um atentado cruel a uma escola de Suzano deixou 10 mortos, 2 deles os próprios criminosos. Um dos alunos mortos era até evangélico, da igreja de um conhecido. Fora as vítimas atingidas, o estado de trauma das pessoas que presenciaram tudo… uma injustiça escatológica, que aponta pro fim dos tempos. Já vi muitos perguntando: onde estava Deus? Estava simplesmente assistindo tudo isso?

Te afirmo com toda a certeza: Não. Ele chorou, e chora pela injustiça. Ele estava bem ali, no abraço ao quebrantado, nos portões vizinhos que se abriram pra acolher crianças, no heroísmo de cozinheiras e professores que protegeram com suas vidas a vida dos alunos, na vítima fatal que voltou pra salvar a namorada, no socorro às vítimas… no restabelecimento parcial da justiça, através das apurações. Solução não tá na política ou na opinião A ou B. Quero cravar isso em nossos corações: a Solução habita em nós, somos agentes do Deus vivo na terra quando nos movimentamos pelo amor ágape, que não teme sua própria vida em proteção à outra. Haverá um dia em que todas as injustiças serão aniquiladas de uma vez por todas, e não haverá mais essas lágrimas que caem enquanto escrevo, não haverá mais morte nem dor. Esse tempo fica mais próximo a cada dia que resolvemos amar. Quero te encorajar a amar como se não houvesse amanhã, enquanto esperamos nessa longa noite de choro pela alegria do Amanhecer.

O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos pobres, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados, a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus, a consolar todos os que choram e a pôr sobre os que choram em Sião uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria em vez de pranto, manto de louvor em vez de espírito angustiado. Eles serão chamados carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor para a sua glória.

Isaías 61:1‭-‬3 NAA

#visão2k19: Ano de Expansões

Quando Deus me direcionou à visão do Ano de Expansões – amor em movimento, já era claro para mim que isso incluiria coisas impossíveis de se realizar. Afinal de contas não temos orçamento, não temos uma equipe grande e não temos ideia de como viabilizar algumas pontes e recursos para realização do que Deus tem nos inspirado a fazer em 2019, e isso só nos inspira a ir adiante por acreditar em um Realizador de sonhos impossíveis. Cremos em Deus por uma equipe maior, novos campus, novas iniciativas, lançamentos na Redação e no Cristandade Adoração, possibilidades financeiras e boas parcerias para esse ano e para os próximos. Mas, expansão para o Cristandade significa ao menos 3 coisas que você e eu podemos colocar em prática desde já.

expandir em amor | Você ama a Deus? Diz que sim, né. É óbvio (mas ainda sim importante ter que te lembrar) que você precisa se relacionar de maneira profunda com Jesus. Como? Ler a bíblia e orar! Não é indo em conferência de poder ou fazendo curso de exegese bíblica que você vai expandir em amor. E depois, você não vai chegar aonde Deus quer que você chegue se permanecer no mesmo nível de relacionamento nos círculos sociais dos quais participa, e também se acabar se limitando a seus círculos mais próximos, usando isso como uma desculpa para não expandir o Reino e, consequentemente, a vida. Relacionamento é essencial para o crescimento, e é odioso às vezes ter de lembrar que o smartphone, o netflix, o cinema, o Instagram e qualquer outra realidade virtual não vão te ajudar a expandir no que Deus deseja. É preciso amar a cada momento, como se fosse sua última oportunidade de fazê-lo. Amar as pessoas ao seu redor, os necessitados, o cidadão mau, quem te magoou… O desejo de Deus é que todos cheguem ao pleno conhecimento da verdade (1 Timóteo 2:4), e o método que Ele escolheu foi o amor.

expandir em visão | Cristandade não é um aplicativo de segundo plano do seu smartphone, que você instala e ele age sem que você sequer note sua existência (ainda que seja abençoado por seu conteúdo!). Temos um profundo compromisso com Jesus Cristo de um grande alcance cultural, mas isso só se torna possível quando pessoas como você expandem a visão. É necessário entender os pilares, valores e pactos que nos dão visão e nos impulsionam a viver grandes promessas, e começar a colocar esses valores em prática, de dentro do Movimento para fora dele. A ideia é que quanto mais você tiver prazer em participar do que Deus quer realizar no Cristandade, mais você vai querer ajudar sua igreja local, seu bairro, sua empresa, sua escola, sua faculdade, sua família… quando crescemos em visão, vivemos a integralidade do projeto de Deus para nós. Eu preciso, você precisa, nós precisamos levar Cristandade a sério. Deus nos chamou pra compartilhar seu amor em unidade! Isso significa nutrir os valores apostólicos, ter perseverança e ser um total doador na missão de Deus. esses três pontos foram incluídos em nossa visão recentemente, e é necessário compreendê-los e vivê-los.

expandir na cultura do Reino | Você sabe para o que Jesus te chamou? Você sequer sabe o por que você existe? Quais são os valores que regem a cultura na qual você está imerso? Como desenvolver valores cristãos numa era pós-cristã? Coisas como essas são importantes de serem estudadas, não a fim de ter respostas prontas para os problemas do mundo, mas sim para desenvolver a cultura do céu na terra. Jesus diz: “Se me amarem verdadeiramente, guardarão os meus mandamentos”. Seguir os passos do Mestre e liderar pelo exemplo só são coisas possíveis quando entendemos os passos do Dele e como servir com intensidade e entrega total o Reino e a Cidade. Cultura do céu não é fazer um oba-oba uma vez e desaparecer o resto do ano, ou fazer algo só porque algo tem que ser feito. Cultura é sobre cultivar valores que vão levar por anos Cristandade adiante, para que o amor de Cristo seja manifesto em todo o mundo.

Você é parte dos projetos de Deus para o Cristandade esse ano, e eu te convido a se colocar à disposição por completo para que Ele veja o resultado de Seu sacrifício e se alegre (Isaías 53:11). Amor em movimento é sobre uma entrega total, não parcial. Jesus nos chamou para expandir (Marcos 16:15), e nós nos colocamos à Sua completa disposição para viver Sua vontade e colocar Seu amor em movimento. O melhor já veio, e está por vir!

Ame & Movimente-se. Nos vemos em 2019.

MANIFESTO A FAVOR DE UMA CRISTANDADE LIVRE

Acreditamos na Grande Comissão dada por Jesus, e existimos como movimento eclesiástico para equipar os cristãos de comunidades locais com uma visão clara desse chamado.
Acreditamos que os dons, talentos e vocações de cada indivíduo precisam ser usados para a manifestação do Reino de Deus, e que isso não pode ser limitado por compromissos pessoais com instituições eclesiásticas.
Não acreditamos que o membro de determinada instituição se torne propriedade exclusiva da mesma, a menos que haja cláusulas contratuais expressas por ambas as partes nesse sentido. Do contrário, todos que fomos chamados sacerdotes do Reino, também somos cidadãos livres que vivem numa democracia, e podemos exercer essa liberdade da forma mais saudável possível, estabelecendo o Reino de Deus aonde quer que Ele nos direcione a fazê-lo.

Diante disso, o Elo Nacional do Movimento Cristandade manifesta publicamente que:

1 – Apoiamos e participamos de encontros cristãos em lugares públicos ou privados que não sejam organizados ou patrocinados por uma denominação ou um partido de instituições eclesiásticas, mas sim por cristãos que estejam hábeis para exercer o ministério em santidade, excelência e manifestação visível da identidade de Cristo;
2 – Apoiamos o uso das habilidades e dons individuais dados por Deus para além dos serviços de instituições eclesiásticas, principalmente os que são de uso inviável nestas;
3 – Apoiamos instituições eclesiásticas locais que estão realmente engajadas na construção coletiva do Reino de Deus em nossas cidades;
4 – Em amor, discordamos e não solicitamos o apoio de instituições cristãs locais que no momento estão afastando pessoas do chamado cristão por estarem mais preocupadas com métricas, marca e visão próprios do que com o que Deus está realizando, através de indivíduos que colocaram seus corações no centro da vontade de Deus e estão vivenciando milagres e transformações, pra além das paredes denominacionais;
5 – Recomendamos que qualquer indivíduo que se junta ao Movimento Cristandade, por inscrição ou de forma livre, que tenha uma denominação a qual frequenta e seja livre para também servi-la, mas que viva o chamado cristão conforme a Palavra de Deus e Sua vontade, dentro e fora da denominação a qual é membro.

Nosso cronograma de ações nos grupos locais e online continuarão normalmente e, se forem necessárias, outras publicações serão feitas sobre esse assunto.

Em Cristo e por Cristo,
Elo Nacional do Movimento Cristandade

Como você lida com a rejeição?

À medida que se aproximam dele, a pedra viva—rejeitada pelos homens, mas escolhida por Deus e preciosa para ele—, vocês também estão sendo utilizados como pedras vivas na edificação de uma casa espiritual para serem sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus, por meio de Jesus Cristo.
1 Pedro 2:4‭-‬5 NVI

A gente precisa admitir: Temos um sério problema com aceitação. Ou melhor, com a falta dela. A gente compra roupas novas pra estar parecido com o que a galera tem vestido, vai a certos lugares pra poder participar de círculos sociais, posta fotos no Instagram e textão no Facebook esperando os likes aparecerem… porque tudo isso maquia algo que corrói nosso interior: Rejeição.

Nós todos já passamos por alguma situação onde fomos rejeitados. Aquele emprego que bateu a porta na sua cara, aquele relacionamento que não quis diálogo, aquela amizade que te esqueceu (ou nem lembrou) em bons e maus momentos, aquele seu aniversário que ninguém lembrou, e assim vai. São várias as situações, e eu tenho absoluta certeza que você teria alguma pra contar. Mas a forma como você lida com isso é essencial para o desfecho da sua história.

Veja, Jesus sabe bem como é ser rejeitado. Ele viveu a vida toda sendo subjulgado por seus ensinamentos, por seu modo de agir, pelas pessoas pecadoras que o rodeavam, e não bastasse isso, todos os seus amigos o abandonaram na cruficiação. Entretanto, a consciência de quem Ele era e é em Deus o moveu a não se prostrar às amarguras!
Rejeitado pelos homens, mas escolhido por Deus… Assim como Jesus, nós também podemos entender quem somos e ser encontrados nos planos de Deus, mesmo tendo sido rejeitados por tudo e todos.

Quero que você se levante nesse dia com essa perspectiva: À medida que você se aproxima de Jesus, Ele te posiciona como pedra viva na construção de Seu maravilhoso Reino, desde já! Que você possa deixar para trás toda rejeição que sofreu e caminhar neste novo tempo de Deus para sua vida.

Uma nova liberdade

Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres.
João 8:36

Há alguns meses atrás vi um vídeo do Guilherme de Carvalho sobre liberalismo moral, onde ele trata sobre aquela frase “meu corpo, minhas regras”. Esse vídeo me fez pensar mais sobre como nossa sociedade vê o conceito de liberdade de uma forma completamente errada. E não é só no caso da liberdade moral. Liberdade é classificada como direito de agir conforme as suas vontades, tendo o poder de autonomia.

É dessa mesma liberdade que Cristo estava falando?

Obviamente, não. Nós, na verdade, também nunca teríamos uma completa autonomia de ação, afinal o que fazemos ou pensamos é destinado por milhares de opiniões, gostos, costumes e práticas que são completamente influenciados pelo mundo ao nosso redor. Embora por exemplo, tenhamos a falsa sensação de autonomia ao comer um Fast Food, nós fomos induzidos de alguma forma àquilo. Fora isso, nós vivemos em uma sociedade de interdependência, onde dependemos de formação, dinheiro, trabalho, posses, rede de contatos, redes sociais… E continuamos sendo enganados, dia após dia, numa sensação de liberdade, mas que não é completa.

A liberdade que Jesus veio para propor é essa: Sermos libertados de nós mesmos. Porque com essa série de “medidas de liberdade” que diariamente tomamos, viramos nosso próprio deus e estamos destinados ao fracasso. A nossa natureza é corrupta, e você sabe bem o que acontece se você permite que corruptos governem, não é mesmo? Mas Cristo é perfeito, e isso se manifesta na libertação que tivemos em sua morte e ressurreição: Temos acesso a Deus, esperança de um futuro, salvação de nossa identidade e relacionamento real e eterno.

Quero te desafiar hoje mesmo a moldar seus padrões de liberdade segundo os padrões de Cristo: O colocando sobre Senhor de todas as áreas da sua vida.

DESFRUTE DA GRAÇA

‘’Jesus é a imagem do Deus invisível’’

                                                          Colossenses 1:15

Um dia ao refletir que conheço pouco a Deus, imaginei como era mais fácil para seus discípulos conhece-Lo. Eles conseguiam ver e tocar no Deus criador em forma de homem, eram privilegiados por orar, conhecer a voz, o cheiro e até a comida favorita de Jesus. Vivendo a rotina do carpinteiro comum, eles conheciam e ganhavam intimidade com o Pai.

Mas de repente eu me lembro de Colossenses 1:27 Cristo em vós, esperança da glória, você já parou para pensar que somos muito mais privilegiados? Se os discípulos poderiam ter a facilidade de adquirir intimidade com Jesus encarnado, um homem como eles, imagine nós que temos o próprio habitando dentro de nós. Temos o Espírito Santo que revela Cristo. Não temos mais desculpas, podemos conhece-Lo mais intimamente, o caminho está aberto.

‘’NÃO SOU MAIS EU QUE VIVO MAS CRISTO VIVE EM MIM’’

                                                                                                   Gálatas 2:20

UMA QUESTÃO DE FÉ

Mesmo com o privilégio de ver Jesus em carne muitas pessoas que o viram não desfrutaram dessa graça, pois elas não creram que Jesus era o filho de Deus.

Sem percebermos podemos levar o nosso cristianismo com um coração cheio de incredulidade, a consequência disso é que não aproveitamos da vida em abundância conquistada por Jesus na cruz. Não somos agraciados só por sermos salvos, mas também pela oportunidade de viver uma vida nova. Imagine se todos os cristãos desfrutassem de todas as promessas de Jesus, e tivessem suas mentes renovadas. Amigo, Jesus está dentro de você! Imagine o quanto isso pode mudar a sua vida e a das pessoas que estão ao seu redor.

Creia nessa palavra, deixa ela te transformar, ore isso, até que ela se torne verdade no seu interior, e que você venha desfrutar dessa graça. Mais que ver Jesus encarnado como seus discípulos viram, Ele mesmo está dentro de você o dia inteiro, e o Espírito Santo vai te ajudar e revelar mais de Cristo a você!

 

Não Entendeu Nada!

“Respondeu Jesus: ‘Você não compreende agora o que estou fazendo a você; mais tarde, porém, entenderá’.”
João 13:7

Jesus lavando os pés dos discípulos. Eu imagino o que se passava na mente Dele, afinal estava chegando cada vez mais perto o momento onde Ele seria entregue para morrer, e isso que Ele explicou a seus discípulos naquela ocasião. Pedro não entendeu o por quê de o Senhor dos senhores estar ali, lavando os pés de todo mundo. E essa frase que Jesus disse mudou não somente o entendimento de Pedro, mas muda nossa perspectiva em nossas vidas.

Muitas vezes não entendemos a circunstância pela qual estamos atravessando. Na verdade, passamos por coisas boas e ruins no nosso cotidiano, embora demos maior enfoque nas ruins. Priorizamos as más notícias ao invés de nos deleitarmos no amor que Jesus nos dá, através da provisão diária e da paz no coração. Jesus nos dá tudo o que é necessário; por que focamos tanto em nossos problemas?

Aliás, se nós entendêssemos esse princípio de que o maior é o que serve mais, seríamos movidos a buscar essa grandeza, ao invés da insegurança que nosso conforto traz. E aqui está um mistério: Jesus lavou os pés dos discípulos, porque aqueles pés levariam a mensagem do Amor de Jesus aos confins da terra. Ou seja, os recursos com os quais Deus te abençoa (sejam financeiros, intelectuais, etc) não são para que você se acomode, mas sim para que o Reino de Deus se torne cada vez mais visível no mundo.

Que você possa entender, finalmente, o exemplo de Jesus, e possa buscar em Deus um coração humilde e completamente disponível à Sua vontade.

Uma Nova Cidadania

“Mas a vida que temos é muito melhor. Somos cidadãos dos altos céus! Esperamos a vinda do Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que transformará nosso corpo terrestre em corpo glorioso, como o dele.”
Filipenses 3:20-21

Brasil, América do Sul, América Latina… Essas e tantas outras partes do mundo. Nelas nascemos, vivemos e viajamos, sendo parte de uma cultura, de um povo, de uma nação.

A verdade é quando entendemos o sacrifício de Cristo na cruz e o recebemos como nosso Salvador, nos apropriamos de uma verdade muito maior do que uma cidadania terrena; Nele somos feitos cidadãos do céu, vivendo uma nova realidade, uma nova vida pela fé.

Que assim como temos traços culturais da região em que nascemos e fomos criados, possamos ter mais da cultura do Reino, vivendo pela fé, sendo cada vez mais parecidos com Aquele que nos deu a verdadeira cidadania.

Uma cidadania que não pode ser revogada por nenhuma lei humana, mas que foi estabelecida pelo Rei eterno, nos fazendo viver em expectativa pela vinda de Cristo, e a glória que nos será revelada.

Pare de Procurar Jesus.

Jesus perguntou: “Por que vocês estavam me procurando? Não sabiam que eu devia estar na casa de meu Pai? “
Lucas 2:49

Eu tinha 7 anos e estava na escola certo dia, quando percebi que meu lápis havia sumido. Comecei a procurar desesperadamente por ele, afinal era o único que eu tinha, e a lição estava posta à mesa. Não achei e comecei a chorar descontroladamente, quando a professora gritou lá da mesa: “Pare de chorar! O lápis está na sua mão esse tempo todo!” E quando olhei pra minha mão, percebi que eu realmente estava com ele.

Isso tudo pareceu engraçado, mas uma situação parecida ocorreu com Jesus. Os pais dele o perderam na cidade, e após 3 dias o encontraram. John Gray disse em uma pregação: “Eles finalmente acham Jesus, e Ele estava no exato lugar aonde o deixaram. E isso é uma declaração profética, porque nós temos corrido por aí tentando achar Jesus… E Ele está exatamente onde ele estava.”

O fato é que em nossos dias nós nos distraímos com os afazeres da vida, e de repente percebemos que nos perdemos da pessoa mais importante: Jesus Cristo. Daí, tomados por esse desespero, começamos a correr de todas as formas tentando encontrá-lo: Na música gospel, postando bom dia com versículo no Facebook, mandando correntes de crente para as pessoas… Podemos até ficar mais consolados, mas acabamos nutrindo um relacionamento vazio e impessoal com Deus.

Eu quero te desafiar algo neste dia, que será para todos os dias da sua vida:
Pare de procurar Jesus.

Sério. O que nós precisamos, dia após dia, é sermos achados Nele, em quem Ele é. E outra, Pare de se iludir com entretenimento, você sabe bem aonde Ele está. Ele está aonde há relacionamento. Ele está na Palavra, está na Igreja, nas orações e na caridade (Atos 2:42).

Jesus está aí, onde sempre esteve.Quando você entender isso, ore para que a cada dia você seja encontrado em Jesus, e passe então a viver o tempo todo para Ele.